Verdadeiramente bom

Verdadeiramente bom só é o homem que nunca censura os outros pelos males que lhe acontecem.

(Paul Valéry)