Só posso amar a evidência desconhecida das coisas

Só posso rezar ao que não conheço. E só posso amar a evidência desconhecida das coisas, e só posso me agregar ao que desconheço. Só esta é que é uma entrega real.
(Clarice Lispector)