O inferno é já não amarmos

O inferno é já não amarmos.
(Georges Bernanos)