É preciso ser-se ligeiro

É preciso ser-se ligeiro como a ave, e não como a pena.
(P. Valery)