Amar é ultrapassarmo-nos

Amar é ultrapassarmo-nos.
(Oscar Wilde, “O Retrato de Dorian Gray”)