Amamos as nossas mães quase sem o saber

Amamos as nossas mães quase sem o saber, e só nos damos conta da profundidade das raízes desse amor no momento da derradeira separação.

 

(Guy de Maupassant)