Agrada-nos a franqueza dos que nos apreciam

Agrada-nos a franqueza dos que nos apreciam. À franqueza dos outros chamamos insolência.
(André Maurois)