A vontade sempre há-de desejar a paz

Só a necessidade há-de obrigar à guerra, mas a vontade sempre há-de desejar a paz.

(Padre António Vieira)